Louco por ritmos desde os 3 anos de idade, quando pediu à mãe que espertamente não o deixou tocar bateria, venceu a pressão caseira e começou a tocar aos 11 anos de idade.

Nessa idade começou os estudos de bateria e percussão com o Mestre Dinho Gonsalves até os 17.

Alguns anos depois, teve aulas com Lilian Carmona, se preparando para estudar nos EUA, já que essa aplicava metologia aprendida na Berklee.

Mais tarde fez Faculdade de Composição e Regência na Faculdade Santa Marcelina e em ’91 e ‘92 estudou em Los Angeles por dois anos no PIT.

 

Na Califórnia, estudou com grandes nomes da bateria mundial como: Joe Porcaro, Ralph Humphrey, Efrain Toro, Peter Erskine, além de participar de inúmeros workshops com nomes como: Bernard Purdie, Manu Katché, e mais um monte deles.

Tocou na cena up&comming de Brazillian Jazz de LA com Otmaro Ruiz (Arturo Sandoval), Renato Neto (Chaka Khan, Prince), Afonso Celso, Rique Pantoja, Santana (baixista), entre outros. Apesar de gostar bastante de música instrumental, talvez sua maior influência seja o R&B e Pop de artistas como EW&Fire, George Benson, Marvin Gaye, Chaka Khan, Michael Jackson, etc.

Influências mais marcantes nessa área são sem dúvida, Jeff Porcaro, Steve Ferrone, John Robinson e Steve Gadd, sendo muitas vezes comparado a esses quanto ao feel.

 

De volta ao Brasil gravou com nomes como: Claudio Zoli, Zélia Duncan, Paula Lima, Seu Jorge, Luciana Mello, Max de Castro, Jair Oliveira, Simoninha, Patricia Marx, Anderson Soares, Edsel Gomes, Daniela Mercury, Xuxa, Sandy & Junior , Patricia Coelho entre outros.

Já acompanhou, alem de todos esses ao vivo, outros tantos como: Banda Black Rio, Seu Jorge, Pedro Mariano, Tomati, Zérro Santos Big Band, Tumbao (com Pepe Cisnerose e Felipe Lamoglia) , Heartbreakers, Lancaster Blues Band, etc.

 

Seu projeto mais conhecido a Grooveria, fez uma temporada de sucesso às terças no Na Mata Café por 8 anos consecutivos, e aos sábados no Bleecker Street por 7 anos , além de temporadas anuais no Bourbon street por onde já canjearam todos esses acima e mais Ed Motta , Marcelo D2, Alexandre Carlo (Natiruts), Rogerio Flausino, Wilson Sideral, Junior Lima, Sandra de Sá e mais outros tantos.

Em 2005 saiu o primeiro CD desse projeto com participação de Claudio Zoli, Max Viana, Toninho Horta, Paula Lima, Rappin’Hood, Zé Ricardo, com quem participou nas tres ediçoes do Vivo Open Air (SP E RJ), etc.

 

Em 2009, o primeiro CD/DVD ao vivo da Grooveria, distribuído pela Universal Music, chegou ao top 20 durante sete semanas, atingindo a 12o posição na 5o semana. O DVD conta com parceiros de longa data de Tuto, como Seu Jorge e Max de Castro.

Em 2010, o Coletivo fez sua estréia em palcos europeus, tocando para uma platéia vibrante de 3.000 pessoas no Festival Maré de Agosto nos Açores(PT) e no Harlem Jazz Club, e Festival de Dia Brasil, em Barcelona, para 9.000 pessoas.

O som da Grooveria chamou a atenção da mídia em Portugal e Espanha, com opiniões favoráveis, entrevistas para jornais, rádios, programas de TV e vídeos em sites de música, como Myspace de Portugal.

 

Como baterista, Tuto Ferraz participou de inúmeros programas de TV como Bem Brasil ( Seu Jorge , Max Castro, Patricia Coelho), Programa Livre, Altas Horas  (Claudio Zoli, Max de Castro, S&J) , Marcos Mion ( Patricia Coelho, Zoli e Max De Castro), Jô Soares (Max de Castro, Simoninha, Patricia Coelho e Tributo a Wilson Simonal) Faustão (Max de Castro Simoninha e Sandy & Junior) e Calderao do Huck (Thalma de Freitas, Max de Castro e Sandy e Junior) Musikaos (Max de Castro) e mais outros tipo Adriane Galisteu, etc.

 

Em Outubro de 2002 foi o baterista oficial da Trama na primeira tour da gravadora pela Europa tocando em 22 shows em 10 paises, acompanhando Simoninha, Jair Oliveira, Patricia Marx e Max de Castro, gravando um especial para a BBC de Londres em seus estúdios.

 

Participou com Max de Castro na 3º edição do Rock’n’Rio e no Festival de Verão de Salvador.

 

Durante 2005 e até a metade de 2006 foi o baterista da dupla Sandy&Junior fazendo shows e programas de TV por todo o mundo (Japão), quando decidiu se focar em seus projetos pessoais mais intensamente e assim deixando o trabalho com a dupla.

 

Além de seu trabalho com a Grooveria, teve duas outras bandas o Patuá Tronxo (www.myspace.com/patuatronxo), com quem gravou um CD que já figura na lista de preferidos de gente como Chico Cesar, Seu Jorge e muitos outros por sua criatividade e carater inovador.

 

E também o Xubacca! Projeto que soma a potência de dois Hits num contexto “Pop-Milionário”, sendo precurssor na onda de fazer “Mash-Ups” fazendo barulho na cena paulistana tocando em casas como Soulsister, Bleecker, Coppola Music e Na Mata Café.

 

Outro projeto, é o BATUQUE-NA-PICAPE, este com o Dj Tubarão onde a dupla faz “live remixes” usando pickups, ‘percuteria”, laptop e groovebox, remixando ao vivo, clássicos e hits atuais. O “Batuque” já se apresentou em casas como , Royal, Soul Sister e Na Mata (SP), Warung e Mar del Rosa (SC), Galeão (Camburi) etc.

 

Conhecido por seu carater empreendedor e aglutinador é constantemente chamado para montar programacões musicais de casas como Sousister Live by Tuto Ferraz, Upstairs Lounge do Grand Hyatt Hotel, e para arregimentar e ensaiar alem de tocar para artistas como  Seu Jorge no show de final de ano da gravadora Trama no dia 30/11/05 no Via Funchal e no Manifesto pela aprovação do Projeto Lei do Aprendiz do jogador de futebol Raí no dia 27/11/05 no Vale do Anhamgabaú com participações de Tony Garrido, Wilson Simoninha, Paula Lima, Jair Oliveira, Maria Rita, Manu Chao entre muitos outros.

 

Tuto Ferraz Funky Jazz Machine é a mais recente “empreitada” de Tuto Ferraz, onde o músico traz a sonoridade do jazz e do soul `a clássicos de grandes compositores como Wayne Shorter, Miles Davis, Gilberto Gil, Dori Caymmi, além de composições próprias, fazendo um som Cool & Groovy! A formação do Tuto Ferraz Funky Jazz Machine vai de um clássico Jazz Trio (Baixo Acústico, Piano e Bateria), a formações maiores como quinteto e sexteto, adicionando-se guitarra, sax e trompete.

O diferencial está na habilidade única de Tuto de transformar arranjos em releituras rítmicas inusitadas, promovendo a interação entre os músicos, característica do Jazz, sem perder o forte senso rítmico, dando uma estrutura Funky, Latina e Jazzy em uma única composição.

Com esse trabalho, que começou a dar seus primeiros passos em 2008, lançou em Janeiro de 2014 seu primeiro disco autoral de jazz. São 6 canções de autoria de Tuto interpretadas pelo baterista acompanhado de seus companheiros, Pepe Cisneros no Fender Rhodes, Agenor de Lorenzi na Guitarra, Josué dos Santos nos Saxofones Tenor e Soprano e Sidiel Vieira no Contrabaixo Acústico.

Tuto Ferraz foi endorsee da Vic Firth tendo sua baqueta Signature “Tuto Ferraz Model” e tambem dos pratos Zildjian e Wuhan e das baterias Premier.

 

Escreveu por dois anos na revista Bateria e Percussão recebendo emails de todo o Brasil por seu excelente trabalho com GrooveWorkshops e durante 2014 o editor musical da revista online MUZK.

 

© 2017 Tuto Ferraz

  • Facebook Limpa
  • Twitter limpa
  • Instagram Limpa
  • YouTube Limpa
  • SoundCloud limpo

Contato

tutoferraz@tutoferraz.com.br

+55 (11) 3871 5997

+55 (11) 99945 2370